Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ouvia-se ontem.

por vianadoalentejoja, em 14.01.14

Blá, Blá, Blá

A culpa é do governo.

As câmaras não fazem mais porque a culpa é do governo.

Blá, Blá, Blá

A culpa é mesmo do governo.

Blá, Blá, Blá

A culpa é mesmo, mesmo do governo.

 

Pôrra, façam alguma coisa

 

Viana do Alentejo JÁ

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Novo site do Agrupamento de Escolas de Viana do Alentejo

por vianadoalentejoja, em 13.01.14

 

Novo site do Agrupamento de Escolas de Viana do Alentejo

http://www.aevianadoalentejo.edu.pt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viana do Alentejo - Postais

por vianadoalentejoja, em 13.01.14

 

 

 

A riqueza patrimonial é o que melhor caracteriza Viana do Alentejo. Exemplo disso são o Santuário Mariano de Nossa Senhora d’Aires, o Castelo e as igrejas matrizes do Salvador e de Viana do Alentejo. Um concelho, do distrito de Évora, a visitar e descobrir pormenores sobre a lenda de Viana do Alentejo. Diz-se que onde hoje é o centro de saúde, apareceu uma santa de nome Ana. Os populares acrescentaram-lhe o prefixo Vi e daí resultou nome Viana.

Volte Sempre!

 

Fonte: http://www.verportugal.net/Evora/Viana-Do-Alentejo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Prémios Turismo do Alentejo com 66 candidaturas

por vianadoalentejoja, em 10.01.14

A quarta edição dos Prémios “Turismo do Alentejo” conta com 66 projectos candidatos às sete categorias a concurso, mais nove que no ano passado.

Promovida pela Turismo do Alentejo, ERT, a iniciativa – dirigida aos agentes públicos ou privados que desenvolvam projectos de interesse turístico na região -, tem por objectivo distinguir e divulgar a excelência da oferta que, de modo geral, tem contribuído para afirmar o destino nos mercados.

Segundo a direcção da ERT, os “Prémios Turismo do Alentejo” por um lado simbolizam a gratidão para com os parceiros e, por outro, visam incentivar os agentes que escolhem o Destino para desenvolver os seus projectos turísticos.

O júri da quarta edição é presidido por José Manuel Simões (Centro de Estudos Geográficos/ Universidade de Lisboa), e constituído por António Lacerda (Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo), Armando Rocha (Sócio da Neoturis), Carina Monteiro (Publituris), Jaime Serra (Universidade de Évora), José Miguel Piçarra (Diário do Sul) e Teresa Ferreira (Turismo de Portugal).

O anúncio dos vencedores e a entrega dos galardões está previsto para o início de 2014, numa cerimónia onde vão ser também revelados os vencedores dos prémios extra-concurso – Prémio “Agência Regional de Promoção Turística Externa do Alentejo”, Prémio Especial “Turismo do Alentejo” e Prémio Comunicação Alentejo -, cujo processo de eleição é da exclusiva responsabilidade da Turismo do Alentejo e da Agência de Promoção Turística.

Em 2014, a Entidade Regional de Turismo vai lançar a primeira edição dos “Prémios Turismo do Ribatejo”, dirigida a todos os players públicos e privados que desenvolvam projectos de interesse turístico nos 11 municípios ribatejanos que integram a instituição.

Conheça os nomeados:

Melhor Empreendimento Turístico

• Herdade da Cortesia Hotel

• Ecorkhotel – Évora, Suites & SPA

• Tróia Design Hotel

• L’AND Vineyards

• Alentejo Marmoris Hotel & SPA

Melhor Turismo Rural

• Monte do Peral

• Herdade dos Grous

• Herdade do Vau

• Quinta das Lavandas

• Monte do Mato dos Homens

• Turismo de Aldeia

• Casa do Governador

• Imani Country House

• A Serenada Enoturismo

• Estalagem de Marvão – Casa de Campo

• Casas de Romaria

• Monte do Cuca

• Herdades da Frupor

• Herdade do Amarelo Natura & SPA

• Monte do Zambujeiro

• Naturarte, Turismo Rural

• Casa da Urra

• Herdade Água DÁlte

• Hotel Convento de São Paulo

• Monte do Xisto Hotel Rural

• Monte do Giestal – Casas de Campo & SPA

Melhor Animação Turística

• Alentejo Original

• Campo de Férias Património

• Emotion – Life on adventure

• Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa – Espaço Cultural e Animação

Turística

• Skydive Europe

• Escola de Surf do Carvalhal

• Rota Fluvial Vila Nova de Milfontes – Odemira – Vila Nova de Milfontes

• Mundo Montado – Turismo Responsável no Alentejo

• Amieira Marina

• Projecto Alcáçovas Outdoor Trails

• Centro Hípico – HM

Melhor Enoturismo

• Monte da Ravasqueira

• Adega Mayor S.A.

• Enoturismo Cartuxa

• Enoturismo da Herdade do Esporão

• Herdade do Sobroso Wine & Country House

Melhor Evento

• Festival Internacional de banda Desenhada de Beja (9ª edição)

• FIAPE – Feira Internacional de Agropecuária de Estremoz

• Mercado Romano de Tróia

• Regatas do Sado

• Trojan Horse was a Unicorn Festival

• Festival “EDP – Música no Rio, os Outros Sons do Fluviário”

• Festival do Peixe do Rio

• Congresso das Açordas

• Feira do Montado

• Festival Músicas do Mundo

• Feira D´Aires

• Mostra de Doçaria em Alcáçovas

• Romaria a Cavalo

Melhor Gastronomia

• Gadanha Mercearia

• Évora Hotel

• Restaurante Dom Joaquim

• Alma da Nossa Gente – Centro de Transformação e Embalamento de

Produtos Hortícolas

Melhor Projecto Público

• Rota dos Vinhos do Alentejo

• Centro de Interpretação do Tapete de Arraiolos

• Projecto Integrado de Beneficiação da Baixa de Beja

• Museu Casa Santa Beatriz da Silva

• Edifício de Recepção ao Turista

• As Melhores Praias de Portugal

• Pavilhão Temático – A Bolota

 

Fonte: http://www.publituris.pt/2014/01/02/premios-turismo-do-alentejo-com-66-candidaturas/

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alandroal!?

por vianadoalentejoja, em 08.01.14

Será que estamos a ver bem?

 

 

Fonte:http://psevora.homelinux.com/?page_id=189

Autoria e outros dados (tags, etc)

Arte Sacra Viana do Alentejo

por vianadoalentejoja, em 07.01.14

Arte Sacra no Concelho de Viana do Alentejo

 

ISBN 978-972-8854-29-4

 

Coordenador: Artur Goulart Melo Borges

Autores: Frederico Carvalho, Jorge Moleirinho, Paulo Valente, Susana Nogueira

 

 

A Arte Sacra engloba uma enorme multiplicidade de inspirações e sensibilidades, ofícios e expressões artísticas, materiais e objetos. Por isso as peças que a integram, tão ricas e diversas, serão sempre fonte de interesse, inspiração, prazer estético. Verdadeiras relíquias culturais, históricas e artísticas, estas peças constituem um património inestimável, cujo âmbito ultrapassa largamente a liturgia pastoral ou o universo da religiosidade.

 

Verdadeiros testemunhos de devoção, são inúmeros os ex-votos do Santuário de Nossa Senhora de Aires, local de profunda fé das gentes transtaganas. Edificada a primitiva ermida no século XVI, contava com grande afluência de peregrinos – em romarias oriundas de Alcácer do Sal, Alvito, Cuba, Beja, Montemor-o-Novo, Torrão, Vidigueira, Vila de Frades e Évora -, o que mais tarde levaria à substituição do antigo templo pelo grandioso santuário, inaugurado em 15 de Março de 1760 com obras que se prolongaram até 1804, período da sua segunda sagração (Espanca 1975).”

 

Fonte: http://www.fundacaoeugeniodealmeida.pt/arte-sacra-viana-do-alentejo/249.htm

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mau Tempo no Início de 2014

por vianadoalentejoja, em 07.01.14

Quedas de árvores e de estruturas e pequenas inundações em Évora

Dez pequenas inundações e 11 quedas de árvores foram registadas hoje no distrito de Évora, devido ao mau tempo, tendo ainda caído um 'placard' publicitário e voado as chapas que delimitavam uma obra, sem danos.

Contactado pela agência Lusa, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora disse que os bombeiros foram mobilizados para "três quedas de estruturas", todas no concelho sede de distrito, entre as 10:50 e as 12:50.

"O que caiu foi um 'placard' de publicidade em Évora, que se encontrava na zona do Mercado Abastecedor (MARÉ), um poste de comunicações perto de Graça do Divor", no mesmo concelho, "e as placas de metal" junto às obras do centro comercial Évora Shopping, na periferia da cidade, disse.

Em relação a esta última ocorrência, a mesma fonte do CDOS precisou à Lusa que "as chapas que delimitavam o local das obras" de construção do centro comercial "foram arrancadas pelas rajadas de vento".

"As chapas voaram todas, mas não provocaram danos", realçou, explicando que também as outras duas estruturas que caíram "não causaram vítimas nem prejuízos".

A chuva que está a cair hoje no distrito causou "10 pequenas inundações, a maior parte delas em vias", mas "sem nada de preocupante", afirmou o CDOS.

As inundações, para as quais os bombeiros foram alertados entre as 10:10 e as 12:35, aconteceram nos concelhos de Évora, Estremoz, Borba, Montemor-o-Novo e Vila Viçosa.

O mau tempo provocou igualmente a queda de 11 árvores, entre as 09:30 e as 13:05, nos concelhos de Évora, Montemor-o-Novo, Alandroal e Viana do Alentejo.

Também no Alentejo, mas mais cedo, entre as 09:10, a chuva e vento forte assolaram o distrito de Portalegre, tendo ocorrido 11 quedas de árvores em vários concelhos, uma pequena inundação numa via e o deslizamento de um muro, sem danos.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê uma ligeira melhoria do estado do tempo a partir da tarde de hoje e até segunda-feira, quando a chuva e o vento fortes vão regressar.

Para já, o IPMA lançou um aviso amarelo - o segundo menos grave de uma escala de quatro - para todos os distritos do país.

Lusa/SOL

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viana do Alentejo assinala 116º aniversário da restauração do Concelho

por vianadoalentejoja, em 02.01.14

Viana do Alentejo assinala no próximo dia 13 de janeiro, mais um aniversário sobre a restauração do Concelho, passados que estão 116 anos.

 

Para assinalar a data, a Câmara Municipal de Viana do Alentejo vai proceder à entrega de medalhas de honra do Município a duas associações – “Os Amigos das Alcáçovas” – Associação de Defesa do Património e Clube Alentejano dos Desportos “Os Vianenses”, numa cerimónia marcada para as 15h00, no Cineteatro Vianense.

O programa das comemorações tem início dia 11 com a segunda Caminhada “Luis Filipe Martins Branco”, num total de 7,5 km, com partida marcada na Quinta da Joana, a partir das 9h30. As inscrições devem ser efetuadas até dia 8 de janeiro, no Balcão Municipal, em Viana do Alentejo e nas Bibliotecas de Aguiar e Alcáçovas. À noite, pelas 21h30, atua no Cineteatro Vianense, o Grupo Cénico da SOIR – Joaquim António d’Aguiar, com a peça de teatro “Noite de Comédias”.

Em termos desportivos o domingo fica marcado pelo II Raid BTT Aguiar, com partida marcada para as 9h00, no Largo 25 de abril, numa organização do Grupo Cultural e Desportivo de Aguiar com o apoio do Galopar & Pedalar – Clube BTT de Aguiar, Câmara de Viana do Alentejo e Junta de Freguesia de Aguiar. À noite, pelas 21h30, o Cineteatro Vianense, volta a abrir as portas para acolher o espetáculo musical “Rui Veloso – As Canções de todas as gerações”, pela CulArtes.

Recorde-se que foi, precisamente, a 13 de Janeiro de 1898 que um movimento de âmbito nacional, encetado por António Isidoro de Sousa, restaurou o Concelho de Viana do Alentejo, que tinha sido extinto em 1895, pela reforma administrativa de João Franco, e integrado no Concelho de Évora.

António Isidoro de Sousa figura maior da história de Viana do Alentejo e um dos mais destacados reformistas do País do seu tempo foi, depois dessa data, Presidente da Câmara Municipal deste concelho.

 

Fonte: http://www.cm-vianadoalentejo.pt/pt/conteudos/noticias/Viana%20do%20Alentejo%20assinala%20116o%20aniversario%20da%20re.htm

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já estiveram, agora não acreditamos.

por vianadoalentejoja, em 30.12.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Noite de Fados em Viana do Alentejo - 4 de janeiro

por vianadoalentejoja, em 27.12.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viana do Alentejo em 2014

por vianadoalentejoja, em 26.12.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bom Natal

por vianadoalentejoja, em 24.12.13

 

 

 

 

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bombeiros Voluntários de Viana do Alentejo Recebem Veiculo Tanque Táctico Urbano

por vianadoalentejoja, em 22.12.13

 

 

ÉVORA – Os Bombeiros Voluntários de Évora já dispõem de uma viatura especial de desencarceramento de pesados e escoramento, obtida com o apoio de fundos comunitários e da Câmara Municipal, que foi entregue ontem (dia 19), numa cerimónia em Constância, que contou com a participação do Vereador João Rodrigues, além dos principais responsáveis pelos bombeiros.

 

Évora recebeu um dos quatro carros de desencarceramento de pesados e escoramento (desabamento), munido de uma grua capaz de levantar até 14 toneladas, uma significativa mais-valia para a operacionalidade dos bombeiros do Concelho. Para além de Évora, nesta cerimónia receberam também viaturas os bombeiros de Viana do Alentejo, do Gavião, Portalegre, Campo Maior, Elvas, Estremoz, Sousel, Cartaxo, Azambuja, Rio Maior e os Municipais de Gavião.

 

 

Fonte: Facebook

 

Na mesa da sessão solene desta entrega de viaturas, obtidas no âmbito do Programa Operacional Temático Valorização do Território 2007-2013 (Quadro de Referência Estratégico Nacional), esteve o Secretário de Estado da Administração Interna, Filipe d’Ávila; a Presidente da Câmara Municipal de Constância, Júlia Amorim; o Presidente da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Manuel Mateus Couto; o Presidente do Conselho Executivo da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Mata Soares; o Presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Santarém, Diamantino Cordeiro Duarte; o Presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Portalegre, Francisco Louro; o Presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Évora, Inácio Esperança; e o Presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA), Armando Varela.

No final do evento, o Vereador João Rodrigues manifestou a sua satisfação “pela entrega desta viatura altamente preparada”, considerando que “é uma mais-valia para os bombeiros da nossa cidade”, explicando ainda que a mesma foi subsidiada com valores do QREN, tendo a Câmara pago cerca de 50 mil euros da parte que lhe competia.

 

“É um dia festivo para os bombeiros, para a Câmara Municipal de Évora e, principalmente, para a população da cidade”, afirmou o autarca, sublinhando que “os bombeiros do concelho ficam melhor apetrechados de equipamento” e fazendo votos “ que este equipamento não precise ser utilizado, é sinal que ele não é necessário, mas infelizmente são equipamentos que mais tarde ou mais cedo irão ser utilizados porque incêndios e acidentes vão aparecer”.

O Presidente da Direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Évora, João Inverno salientou igualmente a importância deste evento: “recebemos uma viatura especial de desencarceramento que permite ao corpo de bombeiros ficar equipado com um veículo único no distrito e que sem esta maneira de o adquirir – a candidatura ao QREN, com o apoio da Câmara Municipal de Évora – não tinha sido possível, pois é um veículo que custa muito dinheiro, 386 mil euros, e nunca se conseguiriam os meios para este efeito, por isso a importância que tem para os Bombeiros de Évora é incalculável”.

Adiantou ainda que “a riqueza do veículo é inquestionável, do ponto de vista da tecnologia de que é portador e por também apetrechar o corpo de bombeiros de uma resposta para questões de risco e assistência à população do concelho, sendo o único veículo que pode fazer isto”.

Em relação aos dois veículos de combate florestal a incêndios que perderam em 2012, explicou que tiveram de voltar a adquiri-los, através da Autoridade Nacional da Proteção Civil, que lhes deu uma comparticipação de 85%.

“O veículo custou 144 mil e tivemos de arranjar o restante recorrendo a financiamento e ao apoio da população, que muito bem tem contribuído através das campanhas realizadas para minimizar esta diferença”, relatou ainda, adiantando que terão de recorrer a financiamento na ordem dos 70 e tal mil euros para um segundo veículo que em finais da Primavera de 2014 já estará disponível, e, assim, “vamos ter os Bombeiros Voluntários de Évora muito bem equipados para responder às situações que vierem a ocorrer e com uma prontidão e eficácia a todos os títulos importante, da qual a edilidade, os bombeiros, a população e a corporação podemos estar orgulhosos e também satisfeitos por termos contribuído para isso”.

 

Fonte: http://local.pt/portugal/alentejo/bombeiros-voluntarios-de-evora-receberam-viatura-especial-de-desencarceramento/

Autoria e outros dados (tags, etc)

AMGAP vai continuar a lutar contra privatização da água

por vianadoalentejoja, em 20.12.13

Iniciou-se um novo ciclo autárquico e os órgãos sociais da AMGAP - Associação de Municípios para a Gestão da Água Pública do Alentejo foram recompostos, para o quadriénio 2013-2017.

Sabendo que existem dificuldades acrescidas, decorrentes da intenção do Governo de privatizar a água, Vítor Proença garantiu que a AMGAP vai continuar a lutar, no sentido de impedir que este bem precioso se torne um negócio. Vítor Proença acrescentou que com as Águas Públicas do Alentejo vai ser exigido muito saber e competência, por parte da AMGAP, assim como muita discussão sobre os planos de investimentos e gestão do próprio sistema em que os municípios estão integrados.

Recorde-se que a AMGAP junta 14 autarquias do distrito de Beja, quatro de Évora e três de Setúbal, ou seja 21 municípios alentejanos para a gestão e exploração do sistema integrado de abastecimento de água em alta e de saneamento de águas residuais, numa parceria pública com o Estado.

 

Fonte: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=1795

Autoria e outros dados (tags, etc)

JUNTA DE FREGUESIA DE VIANA DO ALENTEJO - CONVIVIO DE NATAL

por vianadoalentejoja, em 18.12.13

A Junta de Freguesia de Viana do Alentejo promove, no próximo dia 19 de dezembro, um Convívio de Natal para os idosos da freguesia.

Este convívio integra a oferta de um lanche e a exibição do filme "Atrás das Nuvens", no Cineteatro Vianense. Segue-se ainda um jantar no Salão dos Bombeiros, com animação musical a cargo de Jorge Nunes.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma ideia nova aguarda-se

por vianadoalentejoja, em 17.12.13

Que ideias novas têm sido apresentadas para o nosso concelho?

Daqui a pouco entramos em 2014. Quais são as expectativas?

Quem é que se preocupa com isso?

Vamos aguardar novidades!

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obrigado ao Blog O Melhor Alentejo do Mundo

por vianadoalentejoja, em 16.12.13

Obrigado ao Blog O Melhor Alentejo do Mundo

http://omelhoralentejodomundo.blogspot.pt/. por nos ter dado a honra de nos linkar no seu espaço.

 

Estranhamos o receio de outros não fazerem o mesmo. Tentámos mas não conseguimos.

De que têm medo?

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que insistência em colocar nomes aqui!

por vianadoalentejoja, em 15.12.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

O que é que se passa com a Sociedade União Alcaçovense?

por vianadoalentejoja, em 12.12.13

 

Fonte: Fonto do Facebook da Sociedade União Alcaçovense

 

Parece que em Alcáçovas a SUA - Sociedade União Alcaçovense está com problemas.

 

As organizações descambam.

 

Viana do Alentejo JÁ

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Clube de Saúde Sénior do Concelho alcança 1º lugar nos “Prémios Hospital do Futuro"

por vianadoalentejoja, em 10.12.13

Clube de Saúde Sénior do Concelho de Viana do Alentejo alcançou o 1º lugar dos Prémios “Hospital do Futuro 2012/2013”, numa organização do Fórum Hospital do Futuro e da SINASE.

 

Pelo segundo ano consecutivo o Clube de Saúde Sénior do Concelho de Viana do Alentejo alcançou o 1º lugar, desta feita, na categoria Reconhecimento Social (os prémios eleitos e selecionados pelo júri especializado foram reconhecidos pelos pares), dos Prémios “Hospital do Futuro 2012/2013”, numa organização do Fórum Hospital do Futuro e da SINASE.

Os prémios atribuídos no passado dia 2 de dezembro, numa cerimónia que teve lugar na Universidade Católica Portuguesa, pretendem destacar e galardoar pessoas e organizações que mais contribuíram para o desenvolvimento nas Organizações de Saúde no nosso país ao longo de 2012, nomeadamente na promoção e dinamização de projetos de utilidade pública, no âmbito da sua contribuição para o combate à doença, para a promoção da saúde, para a aplicação das novas tecnologias de informação na saúde, entre outras áreas.

O reconhecimento público visa não apenas premiar as iniciativas com maior destaque na área da saúde, mas também motivar e estabelecer exemplos a seguir no futuro.

O Clube de Saúde Sénior, nascido em 2010 e considerado um projeto-piloto, é dinamizado pela Câmara Municipal de Viana do Alentejo e tem como parceiros a Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC), a Santa Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo e a Santa Casa da Misericórdia de Alcáçovas. As atividades do Clube são desenvolvidas nas três freguesias do Concelho, nomeadamente Viana do Alentejo, Alcáçovas e Aguiar.

O Clube que tem como público-alvo os seniores com autonomia no quotidiano, tem como objetivo procurar retardar os efeitos do envelhecimento numa população predominantemente rural. Visa ainda atuar na prevenção da doença e promoção da saúde da população sénior através da prática de exercício físico.

Recorde-se que no ano passado, o Clube de Saúde Sénior tinha já alcançado o 1º lugar na categoria “Autarquias” pelo trabalho desenvolvido.

 

Fonte: Site da Cãmara Municipal de Viana do Alentejo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma Providência Cautelar muito tímida

por vianadoalentejoja, em 09.12.13

(…)- Informou também o senhor Presidente que no dia 28 de outubro foi realizada uma reunião com o advogado Dr. Manuel Belchior de Sousa acerca de diversos processos que o mesmo está a acompanhar, designadamente o que se refere à Providência Cautelar pedindo a suspensão da Constituição do Agrupamento de Escolas de Viana do Alentejo. Tendo já sido proferido o despacho final acerca deste pedido, o mesmo foi no sentido da não suspensão da Constituição do Agrupamento. ---------------------------(…)

 

 

ECTRATO DA ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 06/11/2013 DA CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mas afinal quais foram esses erros e omissões?

por vianadoalentejoja, em 09.12.13

(...) Ponto dezanove) Proposta de ratificação de dois despachos do senhor Presidente relativos à aceitação/rejeição de erros e omissões no âmbito na Empreitada de Reutilização do Paço dos Henriques, Capela de Nossa Senhora da Conceição e Jardins, em Alcáçovas – A Câmara ratificou por unanimidade o despacho do senhor Presidente, datado de 7 de novembro de 2013, que aceitou e rejeitou erros e omissões apresentados pelos interessados no âmbito do concurso público para adjudicação da Empreitada de Reutilização do Paço dos Henriques, Capela de Nossa Senhora da Conceição e Jardins, em Alcáçovas, conforme proposto no Relatório Técnico de Análise que lhe foi apresentado. Após publicitação dessa decisão e colocação na Plataforma Eletrónica da matriz de quantidades corrigida em conformidade, vieram os interessados apontar diversas incorreções, quer na lista de aceitação/rejeição de erros e omissões, quer na matriz de quantidades. Reapreciado tecnicamente todo mo processo, foi submetido ao senhor Presidente novo Relatório Técnico contendo outra proposta de lista de aceitação/rejeição de erros e omissões bem como outra matriz de quantidades corrigida em conformidade. Por despacho de 14 de novembro de 2013, o senhor Presidente decidiu aceitar e rejeitar os erros e omissões conforme proposto neste segundo Relatório. A Câmara ratificou por unanimidade este despacho. ----------------------------------------------------------------------------------(...)

 

EXTRATO DA ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 20/11/2013 DA CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO

Autoria e outros dados (tags, etc)

Acabaram as Aulas de Ginástica promovidas pela Câmara Municipal de Viana do Alentejo

por vianadoalentejoja, em 09.12.13

- O senhor Presidente disse que as freguesias de Aguiar e de Alcáçovas vinham manifestando algum desagrado por não disporem de idêntica possibilidade (aulas de ginástica gratuitas, ministradas por um Técnico de Desporto). Dado que o Município não tem possibilidade de proporcionar esta atividade nas três freguesias, não se vislumbram condições para reiniciar as aulas de ginástica em Viana. -----------------

 

 

EXTRATO DA ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 20/11/2013 DA CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO

 

 

Sendo assim, porque não fazer um ano em Viana do Alentejo, outro em Aguiar e de seguida em Alcáçovas.

 

Assim os munícipes deste concelho não perdiam esta importante prática.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Opinião sobre a 14ª Mostra da Doçaria em Alcáçovas

por vianadoalentejoja, em 09.12.13

 

Foto RNA

 

Só passamos lá no domingo, mas pareceu-nos que nos outros dias não deve ter sido muito diferente.

 

A Mostra da Doçaria em Alcáçovas perdeu a pujança de alguns tempos. Alguns dizem que é da crise. Outros dizem que é falta de criatividade. Outros dizem que é inércia.

 

Seja o que for, em vez de estar a melhor e de trazer mais e novas pessoas, ficou parada no tempo.

 

Alguns dados a apontar:

 

1)      Expositores com menos qualidade;

2)      Os espaços dos expositores estão fracos;

3)      Mistura de Cremes de Azeite para as mãos no meio dos doces;

4)      Copos e petiscos (nada relacionados com o tema) no meio da algazarra;

5)      Doces de Aveiro, gingas de Óbidos e doces algarvios …, no meio de uma Mostra Alentejana;

6)      Pessoas essencialmente da região.

 

Qual a intenção desta Mostra:

1)      Afirmar-se como uma montra do concelho de Viana do Alentejo? E talvez do Alentejo?

2)      A ideia é ser uma festa para animar as hostes locais e ponto final?

3)      Aumentar o negócio dos doceiros naqueles dias? Nomeadamente aqueles que vêm de fora?

 

Parece-nos que este evento deveria ser uma Montra do Concelho de Viana do Alentejo e assim estimular o surgimento de negócios no sector da Doçaria.

 

Não é este o caminho que está a ser trilhado.

 

Apesar disto tudo os Doceiros continuam a apresentar verdadeiras obras primas.

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dizem por Aqui!

por vianadoalentejoja, em 09.12.13

"Ó Viana Já, atão andas destraído, o que se passa lá prá escola nova? as pressas pra inagurar a escola antes das elêções, dá em merda mais tarde. Até me parece que são já duas vezes (2duas), que se rompem os canos da água e há inundações. Vê lá tu se lês os astros e sabes más qualquer côsa, pra dezêres à genti. (...)"

Autoria e outros dados (tags, etc)

MADIBA

por vianadoalentejoja, em 06.12.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

14ª MOSTRA DA DOÇARIA EM ALCÁÇOVAS (VIANA DO ALENTEJO)

por vianadoalentejoja, em 05.12.13

Alcáçovas, no concelho de Viana do Alentejo, recebe nos próximos dias 6, 7 e 8 de dezembro, de sexta-feira a domingo, a 14ª edição da Mostra de Doçaria.

Cerca de 30 doceiros de vários pontos do país vão estar presentes nesta mostra para expor e vender doces conventuais.

O Bolo Real, o Bolo Conde de Alcáçovas, os Amores de Viana e as Sardinhas Albardadas são alguns dos doces mais emblemáticos desta mostra.

Pelo segundo ano consecutivo, a Mostra de Doçaria apresenta o Concurso de Doçaria Conventual e Palaciana. Para os mais pequenos, há o "Laboratório do Doce", com o chef Rui Moisés.

O certame é organizado pelo Município de Viana do Alentejo e Junta de Freguesia de Alcáçovas.



Autoria e outros dados (tags, etc)

TODOS SOMOS VIANA

por vianadoalentejoja, em 02.12.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Exposição “Olarias do Alentejo”em Nisa

por vianadoalentejoja, em 28.11.13

 

Em Nisa, no Museu do Bordado e do Barro está patente a Exposição “Olarias do Alentejo”.

Esta mostra pretende dar a conhecer ao visitante a olaria tradicional do Alentejo, a partir de uma seleção de trabalhos produzidos nos centros oleiros de S. Pedro do Corval, Redondo, Estremoz, Viana do Alentejo, Flor da Rosa e Nisa.

As olarias destes centros representam realidades muito distintas: Em termos de produção, S. Pedro do Corval, no concelho de Reguengos de Monsaraz, destaca-se atualmente com 23 oleirosem atividade. Noque refere á decoração, todas elas possuem características próprias e muito distintas, o que faz com que em conjunto representem a alma destes artesãos alentejanos.

Na exposição que agora está patente m Nisa no museu do Bordado e do Barro faz-se uma abordagem a partir da apresentação de imagens, de vídeos e da exposição de algumas peças, procurando-se que o visitante consiga identificar os tipos de olaria representados na exposição.

 

Fonte: http://www.metronews.com.pt/2013/11/27/exposicao-olarias-do-alentejoem-nisa/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Comentários com nomes não são aceites.

por vianadoalentejoja, em 26.11.13

Os Administradores já o referiram mais de que uma vez, comentários com nomes (ou insinuações) não são aceites.

 

Basta respeitar, que não hesitaremos em publicar.

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Está tudo maluco!

por vianadoalentejoja, em 25.11.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Expliquem-nos o interesse! Promover o quê!? A C.M de Viana do Alentejo?

por vianadoalentejoja, em 22.11.13
XXIV EDIÇÃO DA FEHISPOR 2013, FEIRA DE ESPANHA E PORTUGAL começa hoje em Badajoz (ontém)
 

 

Participaram na apresenta ção o Embaixador de Espanha em Portugal, D. EduardoJunco, o Presidente da Câmara Municipal de Badajoz, D. Francisco Javier Fragoso, aVereadora Delegada da Feira Badajoz.IFEBA, Dña. Maria Jose Solana, o Vicepresidenteda Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, Dr.Roberto Grilo, o Diretor-geral de Ação Exterior do Governo da Extremadura, D.Enrique Barrrasa, e o Prcsidente da Câmara Municipal de Elvas, Dr. Nuno Miguel Fernandes Mocinha. Assistiram ao evento inumeras autoridades, empresas e organismos  públicos de Portugal.

 

Durante o ato destacou-se a importância das relações entre ambos países, tantoeconómicas, como sociais e culturais, as quais têm como referência a cidade deBadajoz, a sua Instituição Feiral, e especialmente Fehispor, feira luso-espanhola por excelência, com uma importante participação de empresas portuguesas (perto dos 50%), razão pela qual podemos dizer que esta e uma feira tão espanhola quanto portuguesa.

 

As 125 empresas participantes, das quais uns 60% são espanholas e 40% são portuguesas, ocuparão o total dos 10.000 metros quadrados da superfície das instalaçõesda Instituição Feiral. No que respeita a superfície ocupada, a percentagem é de 50% para ambos os países, sendo assim, a organização considera que o evento consegue, maisuma vez, o objetivo de ser uma referência ibérica.

 

Algumas das principais empresas e organismos portugueses presentes no certame são: a Agência Regional de Turismo do Alentejo, Ana Aeroportos de Portugal, Associação Empresarial de Elvas, Câmara de Comércio e Indústria Luso-Espanhola, CâmaraMunicipal de Portel, Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, Câmara Municipalde Vendas Novas, Câmara Municipal de Viana do Alentejo, CCDR-Alentejo, DeltaCafés, Diário do Sul, Fundação Alentejo, Município de Coruche, Município de Elvas,Nerpor, Tap Air Portugal, Turismo de Albufeira, Turismo de Portimão e Turismo do Algarve.

 

Também na apresentação foram destacadas pela sua importância, dentro do programa deatividades paralelas, algumas das seções especiais que terão lugar ao longo da feiramultissectorial, como por exemplo: EXPOREGALO, segundo Salão do Presente, quese apresentou como umaa especial novidade no ano passado, e que devido ao seu êxito, este ano se repete.

 

As empresas participantes nesta secção apresentam os seus produtos como um avançodas compras de Natal. Há também um espaço gastronómico: ESSENCIAS DO SUL - ENCONTRO DESABORES HISPANO-PORTUGUESES, onde se poderá experimentar a Gran Carta de Tapas, ou ainda visitar os mercados de produtos extremenhos e alentejanos no Mercado Degusta, e conta com o Espaço de Provas, onde se realizarão provas devinho, cerveja e azeite.  As atividades relacionadas com o público em geral, também contribuem para atrair à feira os mais de 30.000 visitantes esperados, entre eles, aproximadamente uns 30% sãovisitantes portugueses.

 

Haverá ainda uma magnífica exposição de automóveis SUPER-DESPORTIVOS, que apresentará doze veículos desportivos das principais marcas como Ferrari, Lamhorghini, Aston Martin...

 

Desde o ponto de vista empresarial, desde a organização, destaca-se de forma especial,pela sua importância nas relações económicas, o MEETING POINT: LOGÍSTICA,INVESTIMENTO & iNTERNACIONALIZAÇÃO FEHISPOR 2013. Apresentarse-ão jornadas sobre oportunidades de negócio em mercados de interesse tais comoPortugal, Chile, Perú, México, Brasil, Angola, Moçambique e Namíbia, decorrerá aindaa apresentação do Corredor de Inovação Logéstica Sines - Badajoz, por parte da Plataforma Logística do Sudoeste Europeu.

Este meeting point foi organizado pelo Governo da Extremadura, Conselheria deEmprego, Empresa e Inovação, através da Direção-geral de Ordenamento Industrial eComércio, Extremadura Avante, a Câmara de Comércio de Badajoz, a Câmara de Comércio de Cáceres, a Plataforma Logística do Sudoeste Europeu, Fundos Feder eCexeci.

 

Ainda, dentro das atividades organizadas por Alimentos de Extremadura terá lugar oXI Encontro de Vinhos Extremadura-Alentejo 2013, que premiará os melhoresvinhos de ambas regiões em diferentes categorias.

 

Fonte: http://www.imprensaregional.com.pt/diariodosul/pagina/seccao/1/noticia/3466

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viana do Alentejo: Sessão aborda direitos do consumidor

por vianadoalentejoja, em 20.11.13
 
Os direitos do consumidor vão estar em foco, no dia 29 deste mês, numa sessão de esclarecimento que vai decorrer em Viana do Alentejo, para alertar a população para esta temática, informou hoje a câmara municipal.

A iniciativa é promovida pela DECO – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor e vai decorrer no Cineteatro Vianense.

Na sessão vão ser prestados esclarecimentos sobre rescisão de contratos, prazos de garantia, reclamação sobre bens e produtos, publicidade enganosa e ainda o que fazer no caso de um bem não solicitado.
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mostra de Doçaria de 6 a 8 de dezembro em Alcáçovas

por vianadoalentejoja, em 18.11.13

 

De 6 a 8 de dezembro, abre as portas ao público em Alcáçovas, a 14ª edição da Mostra de Doçaria, organizada pelo Município de Viana do Alentejo e Junta de Freguesia de Alcáçovas.


Bolo Real, Bolo Conde de Alcáçovas, Amores de Viana e Sardinhas Albardadas são os cartões-de-visita do certame que já se tornou um ponto de encontro para muitas famílias.

Durante 3 dias, perto de 30 doceiros e doceiras de vários pontos do país vão expor e vender o que de melhor se faz na doçaria conventual e palaciana.

Mas, para além de proporcionar ao visitante a oportunidade de saborear em sem fim de doces, a Mostra de Doçaria apresenta, pelo segundo ano consecutivo o Concurso de Doçaria Conventual e Palaciana promovido pela Junta de Freguesia de Alcáçovas que pretende sensibilizar para a importância da divulgação e preservação de doçaria tradicional portuguesa, atribuindo prémios aos melhores doces a concurso.

Para os mais novos não vai faltar o Laboratório do Doce dinamizado pelo Chef Rui Moisés, onde vão poder dar largas à imaginação e criatividade.

No fim de semana vão ainda efetuar demonstrações de sobremesas os Chefes Guilherme Bagão Fadista e Bruno Rocha.

Para além dos doces de fazer crescer água na boca, há muito mais para ver e ouvir, num programa cultural que abarca danças, cante da terra e cante vizinho com o Grupo Coral e Etnográfico “Os Cardadores “ da Sete de Castro Verde, música popular com o Grupo Seara Nova, “Campaniça Trio” com Banda e Grupo Musical Banza que encerra a animação musical da XIV Mostra de Doçaria.

No Programa Altas Horas, para os mais jovens, que vai decorrer no Pavilhão da Gamita, vão atuar a dupla de D’js X’splender’s e o Dj Krishna.

O certame que decorre junto à EBI/JI vai estar aberto ao público entre as 19h00 e as 24h00, na sexta-feira, das 14h00 às 24h00, no sábado, e das 14h00 às 21h00, no domingo.

Fonte: http://www.cm-vianadoalentejo.pt/pt/conteudos/noticias/Mostra+de+Docaria+de+6+a+8+de+dezembro+em+Alcacov.htm

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

São Martinho assinalado em Viana do Alentejo

por vianadoalentejoja, em 18.11.13

 

Como já vem sendo habitual a Junta de Freguesia de Viana do Alentejo voltou a comemorar a noite de São Martinho no Jardim do Rossio.

Numa noite fria, aquecida pelas Castanhas assadas e água-pé e pela presença da população, que uma vez mais aderiu em massa à iniciativa da Junta.

 

Fonte: http://www.radiocampomaior.com/index.php?option=com_content&view=article&id=8510:sao-martinho-assinalado-em-viana-do-alentejo&catid=1:regional&Itemid=25

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mostra de Doçaria à porta e não há divulgação.

por vianadoalentejoja, em 16.11.13

Mostra de Doçaria à porta e não há divulgação.

Nem Cartaz, Nem Programa, nem Nada…

Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo 2014 já anda a ser anunciada.

Que coisa mais esquisita!

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Crises!?

por vianadoalentejoja, em 15.11.13

Gastos da Câmara Municipal de Viana do Alentejo com os artistas que actuaram Feira D´Aires = 31.130,07€

 

 

Ponto vinte e oito) Proposta de emissão de pareceres prévios relativos aos Espetáculos da Feira D’Aires/2013 (Rita Guerra, Expansive Soul e Camané) – Com os fundamentos constantes das propostas anexas à presente ata e que se dão aqui por integralmente reproduzidos, a Câmara deliberou por unanimidade emitir parecer favorável quanto à contratação dos seguintes espetáculos a realizar por ocasião da Feira D’Aires/2013:

 

1 - - Espetáculo musical com a artista Rita Guerra, no dia 21 de setembro corrente, a fornecer pela Empresa Bravopalco – Arte Promoções Artísticas Portugal, Ld.ª, mediante o pagamento de 10.000,00 € acrescidos de IVA.

2 - - Espetáculo musical com a Banda Expensive Soul”, no dia 20 de setembro corrente, a fornecer pela Empresa Lisboagência – Atividades Artísticas, Ld.ª, mediante o pagamento de 8.309,00 € acrescidos de

IVA

3 - Espetáculo musical com o Fadista Camané, no dia 23 de setembro corrente, a fornecer pela Empresa ONC – Produções Culturais, Ld.ª, mediante o pagamento de 7.000,00 € acrescidos de IVA.

 

Total (IVA incluído) = 31.130.07€

 

Fonte: Extracto da Acta da Câmara Municipal de Viana do Alentejo do dia 11-09-2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

Crise!?

por vianadoalentejoja, em 14.11.13

Apoio da Câmara Municipal de Viana do Alentejo para realização da Corrida de Touros e Garraiada na Feira D´Aires = 4.000€

 

 

Ponto dez) Proposta de transferência de verba para a Associação Equestre de Viana do Alentejo (iniciativas tauromáquicas) – A Câmara deliberou por unanimidade transferir para a Associação Equestre de Viana do Alentejo a importância de 4.000,00€, como comparticipação nas despesas de organização de uma corrida de touros e de uma garraiada por ocasião da Feira D’Aires/2013.

 

Fonte: Extracto da Acta da Câmara Municipal de Viana do Alentejo do dia 11-09-2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

GOSTEI DE VER E LER

por vianadoalentejoja, em 13.11.13

Sobre um concerto em Viana do Alentejo

 

 

Até as cantigas eram recebidas de armas nas mãos…

Há precisamente quarenta anos, no dia 3 de Março de 1973 e a pouco mais de um ano da eclosão da Revolução dos Cravos, Viana do Alentejo assistiu àquele que terá sido o mais participado e mediático acto colectivo de resistência contra a ditadura ocorrido na nossa terra: o espectáculo de “canto livre” onde deveria ter actuado, entre outros, o cantor José Afonso.

A ideia desse espectáculo tinha nascido um mês antes, no dia 31 de Janeiro, durante um jantar que decorreu no Monte Alentejano, em Évora, onde se reuniram largas dezenas de oponentes ao regime a pretexto de celebrarem aquela data histórica. Esses jantares, embora vigiados de muito perto pela polícia política – a tenebrosa PIDE -, estavam autorizados desde a chamada “primavera marcelista”, uma tentativa de reciclagem do Estado Novo que, contudo, deixou tudo na mesma… Muito amigo de Francisco Pinto de Sá (pai do anterior presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo), Zeca Afonso participou, cremos que a seu convite, nesse jantar, tendo actuado no final. Acompanhavam-no José Jorge Letria (actual presidente da Sociedade Portuguesa de Autores), o jovem cantor açoriano Carlos Alberto Moniz e a sua companheira de então, a Maria do Amparo.

O Cine Teatro Vianense pertencia, desde 1970, à família Baião, muito ligada aos meios de oposição ao regime. Um dos seus elementos, então estudante em Évora, estava presente nesse jantar, pelo que em conversa com os “cantautores” logo ali delineou a possibilidade de organizarem uma sessão de “canto livre” naquela sala, marcando-se o dia 3 de Março, um sábado de Carnaval, para a sua realização. Sendo sobejamente conhecido que o Zeca Afonso encabeçava uma longa lista de artistas proibidos pelo regime, o espectáculo foi cautelosamente divulgado como sendo de “variedades”, procurando-se assim iludir a vigilância da PIDE. A sua “comissão organizadora” era composta pelo António Murteira, de Évora e pelos jovens Luís Filipe Branco e Francisco Baião, estes dois últimos de Viana.

A partir de Évora foi organizada uma excursão, em autocarro alugado nos “Belos”: o bilhete, vinte escudos, incluía o transporte e a entrada na sessão. Os folhetos de divulgação foram mandados fazer na Tipografia Diana – infelizmente não se conhece nenhum exemplar. O programa incluía, para além de José Afonso, a participação de José Jorge Letria, do grupo vocal “Intróito” (tinham sido lançados, anos antes, no famoso programa da televisão “Zip-Zip” e tinham também participado no Festival da Canção de 1970), um grupo de “free-jazz” da linha do Estoril, os “M.S.A” (em que tocava um outro Chico Baião, mais tarde conhecido como mentor dos “Ortigões”) e o Grupo Coral dos Vindimadores da Vidigueira, este último então liderado pelo saudoso poeta Manuel João Mansos.

As licenças para a sessão foram tiradas na Câmara Municipal pelo Luís Filipe, que vivia em Viana e trabalhava nos escritórios dos “Moinhos de Santo António”. Conseguiu-as sem dificuldade de maior, certamente porque naquela altura se realizavam com alguma regularidade espectáculos de variedades no Cine-Teatro Vianense – a maioria a favor da construção do campo de jogos do Sporting -, pelo que aquele bem pode ter passado por ter sido apenas mais um. Mas também e sobretudo porque o funcionário da câmara que as emitiu, na altura ainda há pouco tempo naquelas funções, desconhecia por completo o interdito que pairava sobre tal naipe de artistas.

A poucos dias do espectáculo e com centenas de bilhetes já vendidos o regime percebeu, finalmente, que tinha autorizado algo que não o devia ter sido. O Luís Filipe foi então mandado chamar à Câmara, sendo-lhe comunicado pelo Andrade, o chefe da Secretaria, que afinal ainda era necessário submeter “à apreciação superior” a lista das canções que iriam ser interpretadas. Alinhavado esse rol de cantigas, no qual os organizadores da sessão tiveram o cuidado de não fazer incluir temas que, à partida, ainda comprometeriam mais as já escassas hipóteses de realização da sessão (nem pensar em incluir, por exemplo, temas como “Os Vampiros” ou a “Menina dos Olhos Tristes”), foi o mesmo entregue na Câmara. A resposta apenas chegou no próprio dia do evento, às onze horas da manhã: apesar de já estar autorizada, a realização do espectáculo estava agora proibida!

Em entrevista ao Jornal de Viana do Alentejo, publicada no seu número 4 de Março/Abril de 1973, o Luís Filipe Branco conta as peripécias desses dias:

“Do dia 27 [de Fevereiro de 1973], ficaram todas as autorizações em ordem: na Secção de Finanças, na Câmara e na Sociedade de Escritores e Compositores Teatrais.

No dia 28 recebemos uma comunicação assinada pelo chefe da Secretaria da Câmara, em que nos informava que teríamos que apresentar os títulos das canções. No dia 29 fui apresentar os títulos requeridos, mas como o chefe da Secretaria estava ausente, voltei no dia seguinte. Apresentei então as canções e fui informado de que era necessário um “visto superior” que o próprio Secretário iria requerer.

No dia do espectáculo, cerca das onze horas, veio a resposta definitiva, não o autorizando.”

Chegamos então ao dia 3 de Março. A vila, habitualmente calma e pacata, começou a ver-se repleta de gentes logo pela manhã, caras desconhecidas, muitos de cabelos compridos e com mochila às costas, uns de transporte próprio, outros vindos nos transportes públicos. A Praça da República e o largo em frente do Cine Teatro foram-se enchendo de gente. Entretanto também já tinham chegado a Viana alguns agentes da delegação de Évora da PIDE/DGS, comandados pelo célebre inspector Melo. A sua viatura de serviço, toda a gente a conhecia: um Volkswagen 1200 verde, com a matrícula FE-52-24. A Guarda Republicana, reforçada com elementos vindos de Évora e de outras localidades vizinhas, tentou impedir o acesso à vila; mas sem grande sucesso, uma vez que até a excursão organizada a partir de Évora conseguiu chegar a Viana.

Ao longo de todo o dia os organizadores desdobraram-se em tentativas que pudessem conduzir a um eventual desbloqueamento da proibição. A intermediação do então presidente da Câmara de Viana, José Carlos Guerreiro Duarte, não resultou, o Governo Civil estava encerrado e o chefe da Secretaria da Câmara, que na altura já vivia em Évora, não se encontrou ou não se deixou convenientemente encontrar.

Entretanto a tensão ia subindo. Ao cair da noite as pessoas não arredavam pé, já toda a gente sabia que o espectáculo não se iria realizar. Centenas de pessoas aglomeravam-se frente ao Cine Teatro: porque estar ali, uns ao lado dos outros num espaço que se queria público, em suposta transgressão perante um poder considerado arbitrário e ilegítimo era, por si só, já um acto de efectiva resistência.

Os acontecimentos precipitaram-se. A polícia política, acolitada pela Guarda, atarefava-se em mandar dispersar as pessoas que, porém, insistiam em não obedecer. Um jovem, armado com uma simples flauta, tocava perto dos ouvidos do Tarouca, um dos agentes da PIDE. O Melo arrancou-lhe o instrumento das mãos, lançou-o raivosamente ao chão e espezinhou-o. Por esse mesmo tempo cantava o Francisco Fanhais:

“Cortaram o bico, ao rouxinol, Rouxinol sem bico não pode cantar…”

A certa altura o chefe dos Pides sacou da pistola, puxou a culatra atrás e berrou ameaças. Um ano depois, a 18 de Maio de 1974 e passado que estava o pesadelo da ditadura, Nuno Gomes dos Santos, um dos elementos do grupo Intróito que a tudo isto assistiu, escrevia no jornal Diário de Lisboa:

“Foi em Viana do Alentejo, há tempos. Lá fomos, com as violas e as cantigas na bagagem. Era, apenas, mais um de entre os espectáculos em que participávamos regularmente, não em grandes salas, não com bilhetes a um preço exorbitante, mas para o povo, para quem não tinha oportunidade de ouvir senão o que de muito mau lhe davam, em regra, por uma rádio demasiado presa, por uma televisão completamente viciada. Que música tinha Viana do Alentejo? A que lhe davam essa rádio e essa televisão.

Foi por isso que fomos: o José Afonso, o Letria, o Intróito. Que as pessoas estavam entusiasmadas com o espectáculo que lhe apeteciam, via-se pelo movimento desusado das ruas, pelo aglomerado de gentes às portas do teatro. Mas as portas estavam fechadas, e assim continuariam por toda a noite. Não era só o povo que esperava por nós.

De pistola em punho, virada para a multidão, um senhor (?) dizia que ali não se ouviriam cantigas nenhumas. Outros homens (?), também armados, dissuadiram qualquer tentativa de quem queria cantar e de quem se sentia com o direito de ouvir.

Até as cantigas eram recebidas de armas nas mãos…

Por fim a multidão acabou por dispersar. Poder-se-ia pensar que a força tinha vencido a canção, mas não! O espectáculo não se tinha realizado, é certo, mas a mobilização que tinha provocado tinha-se constituído como uma muito bem sucedida acção de luta contra o regime. Mesmo silenciado, o “canto livre” ou “canto de intervenção” revelava-se possuidor de uma enorme eficácia política, nunca até então alcançada por qualquer outra forma de expressão artística. Mesmo com o bico cortado, o rouxinol tinha conseguido passar a sua mensagem…

Anos mais tarde seria o próprio Zeca Afonso a recordar este episódio como paradigmático:

“Algumas das minhas intervenções não se chegaram a concretizar porque a Pide as impedia. Houve sessões suspensas ou interrompidas pela polícia política no próprio local. Por vezes, os acontecimentos a que davam lugar estas interrupções, a repressão exercida sobre os dirigentes dessas colectividades e sobre mim próprio – como aconteceu, por exemplo, em Viana do Alentejo quando a Pide e a GNR vieram interceptar-nos -, funcionavam como estimulante de ordem política muito mais importante do que se houvesse uma intervenção cantada…”.

Até o próprio regime percebeu que tinha cometido um erro grosseiro ao proibir e reprimir algo que já tinha autorizado. Uns dias depois destes eventos, a 19 de Março, o então director-geral da Cultura Popular e Espectáculos, Caetano de Carvalho, dirigia ao ministro César Moreira Baptista uma curiosa exposição em que afirmava a determinado passo:

” Na semana passada, noticiou o jornal “República” que um grupo de jovens democratas ia organizar, em Viana do Alentejo, um espectáculo em que figurava como cabeça de cartaz um desses cantores políticos (José Afonso). Sucedeu que só foi possível intervir à última hora, quando já se encontravam centenas de pessoas junto ao local onde se ia realizar o espectáculo. Proibir o espectáculo em condições destas é também politicamente inconveniente.”

A repressão do regime não se ficou, porém, por aí. Ainda na noite de 3 de Março os organizadores da sessão foram levados para o posto da GNR de Viana onde foram longa e surrealistamente identificados e interrogados pelo cabo Mendes, indivíduo que, mais tarde, se veio a confirmar acumular aquelas funções com as de informador encartado da PIDE. Nos dias que se seguiram, em Évora, muitos dos participantes na jornada de Viana foram compelidos a comparecer na polícia política, onde também foram interrogados e ameaçados. Embora por motivos não directamente relacionados com o espectáculo de Viana, o próprio Zeca Afonso acabou por ser preso no dia 30 de Abril seguinte, tendo permanecido incomunicável na prisão de Caxias.

Pouco mais de um ano passado sobre os acontecimentos de Viana do Alentejo foi uma canção de Zeca Afonso que deu o mote para que, numa certa madrugada de Abril, todo um País cinzento e triste se tenha, de repente, alegrado e enfeitado de cravos vermelhos. Quarenta anos depois, vividas que foram algumas alegrias e, sobretudo, muitas desilusões, eis que ecoam de novo, mais claras e necessárias que nunca, as estrofes da canção:

“… terra da fraternidade. O povo é quem mais ordena. Dentro de ti, ó cidade!…”

Francisco Baião / Março de 2013

 

Fonte: http://www.aja.pt/sobre-um-concerto-em-viana-do-alentejo/

Autoria e outros dados (tags, etc)

Manchetes

por vianadoalentejoja, em 12.11.13

 

Fonte: capa da Stylist

 

Se o homem faz afirmações que não deve em Angola e colocamos em causa as negociações com os generais de Angola;

 

Se o homem faz afirmações sobre as taxas de juro que se deve atingir (suportáveis) no pós Troika e elas baixam logo.

 

Os mercados não lhe ligam.

 

Por isso, convém que fala mais e mais, para ver se algo acontece de melhor….

 

Viana do Alentejo Já

Autoria e outros dados (tags, etc)

E a doçaria?

por vianadoalentejoja, em 12.11.13

 

E a mostra da doçaria?

 

Para quando o cartaz?

 

Para quando o programa?

 

Falta menos de um mês e nada.

 

Toca a trabalhar!

 

Viana do Alentejo Já

Autoria e outros dados (tags, etc)

O que fazer com O Mercado Municipal das Alcáçovas

por vianadoalentejoja, em 11.11.13

 

Será que não há ideias para o assunto?

 

Dá para comer castanhas. Umas ideiazitas não ficavam nada mal.

 

Aceitam-se sugestões!

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

AS FREGUESIAS DE ALCAÇOVAS E VIANA DO ALENTEJO CELEBRAM O SÃO MARTINHO

por vianadoalentejoja, em 09.11.13

 

Noite de S. Martinho, promovida pela Junta de Freguesia de Viana do Alentejo, no Jardim do Rossio em Viana do Alentejo. Haverá oferta de castanha assada e água pé à população. A iniciativa conta ainda com muita animação:

Atuação do Grupo Coral Velha Guarda de Viana do Alentejo

Baile com Rui Chora.

 

Promotor: Junta de Freguesia de Viana do Alentejo

Apoio: CMVA

 

 



A Junta de Freguesia de Alcáçovas promove, no próximo dia 10 de novembro, a partir das 17h, no Mercado Municipal de Alcáçovas, a Festa de S. Martinho com oferta de castanhas assadas e água pé à população e animação musical durante a tarde:

Atuação do Grupo de Cavaquinhos do Alentejo

Baile com Jorge Nunes

 

Promotor: Junta de Freguesia de Alcáçovas

Apoio: CMVA

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obras no estaleiro de Viana do Alentejo nunca mais acabam.

por vianadoalentejoja, em 08.11.13

Obras no estaleiro de Viana do Alentejo já vinha do anterior executivo (mais de 4 anos) e ainda se encontram por terminar.

Porque é tudo tão difícil?

 

"Obras de Santa Engrácia"

 

Despacho: Inaugure-se mesmo assim.

 

 

 Início: Final de 2012
Fim Previsto: 1º Semestre de 2013
Construtora: Marcelino & Rodrigues - Construções, Lda.
Montante total do investimento: 355.000,00 €
Montante suportado pela Autarquia: 355.000,00 €

 

Fonte Foto e Texto: http://www.cm-vianadoalentejo.pt/pt/conteudos/projectos+em+movimento/Estaleiro+Municipal.htm

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nem Acta nem Desacta

por vianadoalentejoja, em 06.11.13

Mais uma semana e nada de actas

Queremos saber o que se passa

Viana do Alentejo Já

Autoria e outros dados (tags, etc)

Então quando é que se sabe do resultado?

por vianadoalentejoja, em 05.11.13

 

A votação foi até dia 31. E o resultado quando é que se sabe?

 

Feira D´Aires nomeada para Mais Tradição

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tem havido reuniões de câmara?

por vianadoalentejoja, em 04.11.13

 

Provavelmente sim!

 

A última acta colocada no site é de 5 de Setembro.

 

Parece que nos diziam que íamos ver as actas da Câmara com maior rapidez.

 

Vá lá, já passaram 2 meses em relação à última.

 

 

 

Fonte: http://www.cm-vianadoalentejo.pt/pt/conteudos/actas/actas+das+reunioes+de+camara/2013.htm

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bem nos parecia

por vianadoalentejoja, em 01.11.13

Junta de Fregeusia de Viana do Alentejo - Sítio em Desenvolvimento

 

É o que diz no site.

 

Detesto sites em construção, ou melhor ainda, sítios em desenvolvimento.

 

 

Fonte: http://www.jf-vianadoalentejo.pt/

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segredos de Portugal: Joias de lixo

por vianadoalentejoja, em 31.10.13

Aplicando a política dos 3 R’s, redução, reutilização e reciclagem, uma professora de Artes Visuais cria joias únicas que além de estarem na moda, já dão nas vistas do outro lado do Atlântico.

 

 

Normalmente, as tampas das garrafas de plástico, as próprias garrafas e as revistas, que começam a ficar amareladas pelo tempo e pela falta de utilização, têm como destino ou o caixote do lixo ou o ecoponto. É assim na generalidade das casas nacionais, mas tal não acontece em Viana do Alentejo, na de Anabela Marques. Aqui, tudo se transforma e dá lugar a acessórios de moda, tendo a autora já conquistado notoriedade internacional, com tamanho arrojo de criatividade.

Costuma dizer-se que a necessidade faz o engenho. Neste caso foi a ausência de colocação como professora de Artes Visuais que motivou a criação do negócio. Começou tudo com a mania de não estragar nada, reutilizando as coisas, em nome do ambiente. Daí até à criação de uma marca foi um pequeno passo, nascendo a Idict, e uma já longa coleção de verdadeiras joias e assessórios de moda.

Anabela Marques trabalha com plástico PET vulgar, das garrafas de água tradicionais, e com papel de revistas de arte já desatualizadas. Depois de a ideia surgir, põe em prática as regras básicas da criação de joias, nunca repetindo uma imagem. Cada peça é, por isso, única, havendo apenas modelos iguais. E, atualmente, das mãos da artista saem já pregadores, pulseiras, colares, brincos e até envelopes, igualmente criados a partir de papel de revista, com a função de guardar as peças.

O trabalho desenvolvido a partir de material que já ninguém quer chamou a atenção de várias revistas brasileiras que deram eco a esta nova tendência, catapultando a fama de Anabela Marques até ao outro lado do Atlântico e abrindo-lhe as portas de vários lugares para vender e expor o trabalho realizado.

Hoje já é possível adquirir estas criações na Loja Fundação de Serralves, no Porto, na Loja Anthrop Autores Portugueses em Coimbra e também na Loja do Museu Nacional do Azulejo, em Lisboa. Mais perto de onde a criação acontece, no Alentejo, as peças podem ser compradas na Loja Gente da Minha Terra, no Hotel Dom Fernando, em Évora e no restaurante A Romeirinha, em Aguiar.

 

Fonte: http://escape.expresso.sapo.pt/boa-vida/experiencias/segredos-portugal-joias-lixo-18891866

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hortênsia Menino eleita presidente da CIMAC

por vianadoalentejoja, em 30.10.13

Foto: Câmara Municipal de Montemor-o-Novo
 

A autarca de Montemor-o-Novo, Hortênsia Menino (CDU), foi eleita presidente da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC).

 

A eleição do novo conselho intermunicipal decorreu ontem ao fim da tarde, em Évora, noticiou a rádio Diana FM.

 

Foram também eleitos como vice-presidentes os autarcas de Redondo, António Reto (Independentes), e de Reguengos de Monsaraz, José Calixto (PS).

 

A CIMAC é constituída pelos municípios de Alandroal, Arraiolos, Borba, Estremoz, Évora, Montemor-o-Novo, Mora, Mourão, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vendas Novas, Viana do Alentejo e Vila Viçosa.

 

Fonte: http://www.imprensaregional.com.pt/omontemorense/index.php?info=YTozOntzOjU6Im9wY2FvIjtzOjExOiJub3RpY2lhX2xlciI7czo5OiJpZF9zZWNjYW8iO3M6MToiMiI7czoxMDoiaWRfbm90aWNpYSI7czo0OiIxMzAxIjt9

Autoria e outros dados (tags, etc)

Luís Sezões expõe pedreira de Viana em fotos e vídeo no Castelo

por vianadoalentejoja, em 30.10.13

 

Fonte: http://www.cm-vianadoalentejo.pt/pt/conteudos/noticias/Luis+Sezoes+expoe+pedreira+de+Viana+em+fotos+e+vi.htm

Autoria e outros dados (tags, etc)

E P Pergunta.

por vianadoalentejoja, em 30.10.13

 



CEMITÉRIO COM OU SEM FUNCIONÁRIO PRESENTE...?


Há poucos dias, um conjunto razoável de senhoras, na sua maioria idosas e viúvas, reuniu a seu pedido com o Presidente da Junta de Freguesia de Viana do Alentejo com o único objetivo de solicitar a presença permanente de um funcionário no cemitério de Viana do Alentejo.

 

Argumentam as senhoras com a falta de segurança que sentem quando frequentam aquele espaço e com a possibilidade de, sem vigilância, se poderem assistir a atos de vandalismo e degradação do espaço.

 

Segundo a informação que tive, foi argumentado pelo Presidente da Junta de Freguesia que devido à escassez de recursos humanos e de falta de verbas, apenas poderia ser possível a colocação de um funcionário em metade do dia, ou seja, a meio tempo.

 

Esta informação carece de confirmação oficial.

 

Acontece que a competência em causa é da câmara Municipal de Viana do Alentejo e se encontra delegada na Junta de Freguesia. Tanto quanto julgo saber, não foi delegada meia competência nem está a ser transferida metade da verba acordada com a Junta de Freguesia.

 

Assim sendo, podem ser implementadas, pelo menos, uma de duas soluções:

 

A mais óbvia e desejável é que de imediato a Junta de Freguesia de Viana passe a assegurar a responsabilidade que assumiu perante a Câmara Municipal e garanta o serviço no cemitério de Viana que sempre existiu, afinal, a única coisa que um conjunto muito razoável de munícipes está a pedir.

 

A segunda é, se a Junta não cumprir, a Câmara retirar-lhe essa competência e passar a exerce-la de maneira própria, reduzindo consequentemente as transferências financeiras para a Junta de Viana.


A proximidade do dia de todos os santos, seria um bom pretexto para darem “as boas novas” a quem delas está a precisar.

Aguardam-se desenvolvimentos.

 

Fonte: http://www.oblogdoestevao.blogspot.pt/

Autoria e outros dados (tags, etc)

José Carlos Malato gosta muito de Viana do Alentejo

por vianadoalentejoja, em 28.10.13



José Carlos Malato na Feira D´Aires em Viana do Alentejo

Espetáculo de Fado com Camané, com a participação de José Gonçalez e João Rosado e apresentação de José Carlos Malato » Tenda dos Espetáculos

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/pt/conteudos/actividade%20municipal/cultura/Feira%20DAires.htm

 

 

José Carlos Malato na Feira do Chocalho em Alcáçovas

Em termos musicais os destaques deste ano vão para os Archybak (sexta), para os Virgem Suta (sábado) e para o Fado com Rodrigo, Alexandra e José Gonçalez, com apresentação de José Carlos Malato (domingo).

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/pt/conteudos/noticias/Feira%20do%20Chocalho%20entre%2026%20e%2028%20de%20julho%20em%20Alcac.htm

 

 

XIII edição da Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo apadrinhada por Carlos Malato.

(..) este ano, pela primeira vez, a romaria teve um padrinho, e foi o apresentador José Carlos Malato, que marcou presença na partida, no dia 24 de abril, na Moita.

http://barreiradesombra.blogs.sapo.pt/

 

Viana do Alentejo Já

Autoria e outros dados (tags, etc)

Praça Viana do Alentejo

por vianadoalentejoja, em 27.10.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

LIMPAR VIANA DO ALENTEJO

por vianadoalentejoja, em 27.10.13

Foi há 4 anos.

 

Então, não há mais energia para o assunto? ou é só conversa treta?

 

 

Fonte: Foto Peixe Banana

Autoria e outros dados (tags, etc)

O que se passa com os Bombeiros de Viana do Alentejo?

por vianadoalentejoja, em 25.10.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Portel e Arraiolos perdem tribunal no novo mapa judicial

por vianadoalentejoja, em 24.10.13

Portel vai perder tribunal, de acordo com o novo mapa judicial, apresentado pelo “Correio da Manhã”.

Nesta reorganização proposta pelo Ministério da Justiça, há cinco (Nisa, Avis, Arraiolos, Alcácer do Sal e Mértola) tribunais alentejanos que dão lugar a “secções de proximidade”, passam a funcionar sem “ter magistrados colocados”, mas vão assegurar “a realização de julgamentos e de todos os atos processuais necessários”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Comentários contendo nomes são retirados.

por vianadoalentejoja, em 24.10.13

Não vale a pena apresentarem comentários a acusar as pessoas.

 

Quando alguém apresenta uma crítica a alguém (personalizando) deve apresentar provas.

 

Não se podem apresentar potenciais falso testemunhos. Alguns já o fizeram, mas não concordamos. Insultos muito menos! Existem muitas críticas e assuntos a defender.

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já passou 1 ano, mas ainda não tínhamos ouvido falar do assunto

por vianadoalentejoja, em 23.10.13

Câmara de Viana do Alentejo cobre prejuízos da indústria tauromáquica com o mau tempo à custa dos munícipes

 

Se S. Pedro não ajuda a "touradinha", o Bengalinha dá uma ajudinha

 

 

A câmara de Viana do Alentejo, presidida por Bernardino Bengalinha Pinto, em 26/09/2012, deliberou por unanimidade transferir para a Associação Equestre de Viana do Alentejo a importância de 3.600,00 €, como comparticipação nas despesas de organização e licenciamento de uma corrida de touros que, embora não se tenha realizado em virtude das condições meteorológicas adversas, acarretou elevadas despesas para a associação organizadora. 

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/994E3661-E2A8-4CD4-945C-9B5C891EA7D6/0/ata_22_2012.pdf

     Face a esta tão grande generosidade da câmara de Viana do Alentejo, fica o alerta às associações não tauromáquicas do concelho de Viana do Alentejo para que batam à porta da câmara no caso de terem prejuízos derivados do mau tempo.

 

 

A câmara municipal de Viana do Alentejo ao serviço dos interesses da decadente indústria tauromáquica

 

Não é a primeira vez que a câmara municipal de Viana do Alentejo estoura dinheiro público com a Associação Equestre de Viana do Alentejo. Com efeito, já é tradição desta associação representativa dos interesses da decadente indústria da tortura de bovinos, também conhecida como tauromaquia, beneficiar de dinheiro extorquido dos contribuintes portugueses para financiar corridas de touros que organiza.

 Para além desta associação tauromáquica, a câmara tem brindado a “ necessitada” Associação Tauromáquica Alcaçovense com milhares de euros em subsídios custeados pelos contribuintes portugueses.

 

 

 

Sem subsídios da câmara municipal, a indústria tauromáquica não sobreviveria em Viana do Alentejo
 

Se a câmara não apoiasse estes espectáculos de violência gratuita contra bovinos, muito provavelmente eles não ocorreriam. Isso ficou comprovado em Junho de 2011, quando a Associação Tauromáquica Alcaçovense pediu à câmara municipal de Viana do Alentejo para cobrir os habituais prejuízos de uma corrida de touros durante a Feira do Chocalho, e, como não existia verba pública para o efeito, a associação resolveu não realizar a corrida de touros. O caso ficou registado na seguinte acta da reunião da câmara de Viana do Alentejo de 22/06/2011:

 

 

Links:

Subsídios atribuídos à Associação Equestre de Viana do Alentejo

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/A7B5BBE4-B47D-48A6-ADD4-300E2A1EE523/0/acta06_2008.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/86998036-7982-408A-94A9-E6AF8D82027B/0/acta19_2008.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/3A9C9EA8-FA6B-422B-9044-515A7250DC5C/0/acta21_2009.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/FEF612FC-D6B2-4205-AF55-811B197855AB/50752/acta_20_2011.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/5D4E0FAD-4F3B-470E-A55B-EC7DB94F0611/0/acta21_2011.pdf
Subsídios atribuídos à Associação Tauromáquica Alcaçovense 

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/B8B681C8-12FC-40B0-8DF1-3BBF95854AEB/0/PC2008.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/A747348B-03EF-4250-8D2D-04919F60A78E/0/acta10_2008.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/49D011D8-816F-47CF-B12D-5C11F2158AC6/0/acta15_2008.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/FC74E748-2140-456A-AF81-9A53DFCACFF1/0/acta17_2008.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/86998036-7982-408A-94A9-E6AF8D82027B/0/acta19_2008.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/83D7C4DD-EDAC-40CC-AB2C-7A8E02727D16/0/PC2009.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/83D7C4DD-EDAC-40CC-AB2C-7A8E02727D16/0/PC2009.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/538997B7-2072-432D-93E7-A8543BE275A9/0/prestacao_contas_2010.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/894893CE-8AEA-4952-803D-6E14F0CD1725/0/prestaçãodecontas_2011.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/D9B0B4CF-AF3F-472E-A903-A79BD82C2EE2/0/ata_06_2012.pdf

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/C257FFE9-B3E6-4583-B4E1-82045524B4EA/0/ata_18_2012.pdf

 

 

Fonte: http://pelostourosvivos.blogspot.pt/2013/04/camara-de-viana-do-alentejo-cobre.html#!/2013/04/camara-de-viana-do-alentejo-cobre.html

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Inundações

por vianadoalentejoja, em 23.10.13

Falta de limpeza em momento oportuno dá em inundações.

 

Depois lá vêm os naturais incómodos.

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Oito inundações na zona de Évora

por vianadoalentejoja, em 23.10.13

 

A forte chuvada que fustigou hoje de madrugada a zona de Évora provocou oito inundações em residências e vias públicas, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

 

A fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora indicou que as inundações ocorreram entre as 00:00 e as 09:00, sete no concelho de Évora e uma em Viana do Alentejo.

Todas as situações foram "solucionadas com facilidade" pelos serviços municipais de Proteção Civil, referiu a fonte.

Nos outros distritos do Alentejo, Beja e Portalegre, não há registo de consequências do mau tempo

 

Fonte: http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=3489971&seccao=Sul

Autoria e outros dados (tags, etc)

CONSTRUAM-ME PÔRRA!

por vianadoalentejoja, em 22.10.13

Pavilhão Gimnodesportivo Vs Pavilhão Multiusos de Aguiar

 

http://barbeariaideal.blogspot.pt/2013/06/candidatura-bengalinha-pinto-agenda-com.html

 

http://www.pcp.pt/autarq/autarquias2005/candidatos/viana-alentejo.htm

http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/850F35F2-47DB-4B7A-907E-BE9AA7EDCE5F/0/rmafmd.pdf

http://alcacovas.blogs.sapo.pt/700164.html

http://peixebanana.blogs.sapo.pt/

http://polvorosa.blogs.sapo.pt/179780.html

 

 

Viana do Alentejo JÁ

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ruínas do Convento de Jesus

por vianadoalentejoja, em 21.10.13

NEGLIGÊNCIA

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ruínas do Convento de Jesus

por vianadoalentejoja, em 21.10.13

Este é mais um exemplo dramático e escandaloso, um verdadeiro atentado à moral e um hino à estupidez... Desde as licenças e vistorias, embargos e projectos, nada consegue arrancar...por excesso de zelo das autoridades competentes o actual proprietário nada conseguiu daqui fazer a não ser deixar degradar... nem a autarquia, IPPAR, Junta de Turismo de Évora ou qualquer outra instituição se mexe para evitar uma eminente derrocada...

 

 

Foi fundado por várias senhoras solteiras e viúvas, de bom viver, em 1548. Obtiveram licença do Cardeal D. Henrique, Arcebispo de Évora, em1550. Acomunidade era da regra de Santo Agostinho e integrava-se na Ordem Hieronimita da qual em Portugal foi a única casa do sexo feminino. Obteve grandes esmolas, tinha várias rendas e tenças e grandes doadores foram o Arcebispo de Évora, D. Isabel de Bragança, mulher do Infante D. Duarte, Duque de Guimarães.

 

 

O convento tinha várias propriedades, entre herdades e casas, não só no termo de Viana como nas terras vizinhas. Tinha capacidade para mais de 60 monjas. O convento foi fechado em 1901, quando só tinha uma freira viva. Nos seus derradeiros anos de existência claustral, atravessou as dificuldades inerentes a todas as congregações semelhantes e, para sua sustentação - atendendo a que as rendas imobiliárias se iam minguando como consequência das leis de desamortização do Estado -, foram-se recebendo, no seu seio, sem votos, algumas senhoras pensionistas, meninas do couro e pupilas, por vezes mais como prova de caridade, porquanto muitas das recolhidas não possuíam quaisquer meios de subsistência. 

 



fonte : http://ruinarte.blogspot.pt/2009/11/ruinas-do-convento-de-jesus.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

MOSTEIRO DO BOM JESUS DE VIANA DO ALENTEJO

por vianadoalentejoja, em 21.10.13

 

História administrativa/biográfica/familiar

O Mosteiro do Bom Jesus de Viana do Alentejo era feminino, e pertencia à Ordem e Congregação de São Jerónimo.


Foi fundado entre 1548 e 1553, tendo sido o único mosteiro de jerónimas existenteem Portugal. Teve origem num oratório fundado pela beata D. Brites Dias Rodovalha, junto à rua do Poço Novo em 1548, autorizado por licença do arcebispo de Évora, cardeal infante D. Henrique, dada a 1 de Fevereiro de 1550. Em 1553, depois de obter licença do prelado do Mosteiro de Belém para a sua comunidade seguir o instituto dos jerónimos, D. Brites solicitou a Roma autorização para a nova fundação. Para orientação e doutrinação da comunidade nos exercícios da vida monástica, veio para Viana do Alentejo frei Luiz de Baessa, proveniente de Castela, que trouxe as constituições de São Jerónimo de Lupiana, o ordinário e a regra de Santo Agostinho.


As monjas ficaram sujeitas à Mitra de Évora.


Em 1553 realizaram-se as três primeiras profissões no Mosteiro e nesse mesmo ano, a 1 de Agosto, foi dado início à construção de um novo edifício, fora da vila, no Rossio, junto às hortas da Fonte Coberta.


D. Brites Dias Rodovalha, após professar, tomou o sobrenome de "Coluna".


Em 1834, no âmbito da "Reforma geral eclesiástica" empreendida pelo Ministro e Secretário de Estado, Joaquim António de Aguiar, executada pela Comissão da Reforma Geral do Clero (1833-1837), pelo Decreto de 30 de Maio, foram extintos todos os conventos, mosteiros, colégios, hospícios e casas de religiosos de todas as ordens religiosas, ficando as de religiosas, sujeitas aos respectivos bispos, até à morte da última freira, data do encerramento definitivo.


Os bens foram incorporados nos Próprios da Fazenda Nacional.



Em 1901, foi encerrado por morte da última freira.

História custodial e arquivística

Em1912, adocumentação, que se encontrava na Biblioteca Nacional, foi enviada pela Inspecção das Bibliotecas e Arquivos para a Torre do Tombo.


No final da década de 1990, foi abandonada a arrumação geográfica por nome das localidades onde se situavam os conventos ou mosteiros, para adoptar a agregação dos fundos por ordens religiosas.

 

Âmbito e conteúdo

Contém o livro de assentos, o estatuto, com um sumário das indulgências concedidas, um livro de lançamento das respectivas quitações (1787-1816), e actas decretais dos visitadores (1727-1766, 1769-1822).


O fundo inclui a obra "Acerca da História da vila", o Manual de procedimentos dos noviços (vol. 9 e 10), livros das novenas, (vol.11 a 14), Constituições da Ordem de São Jerónimo (vol. 17 e 18).


A documentação refere as Confrarias de Nossa Senhora do Rosário e do Senhor dos Passos.

Guia de Fundos Eclesiásticos; Ordem de São Jerónimo

 

Sistema de organização

Ordenação numérica específica para cada tipo de unidade de instalação (livros)

 

Instrumentos de pesquisa

ARQUIVO NACIONAL DA TORRE DO TOMBO - [Base de dados de descrição arquivística]. [Em linha]. Lisboa: ANTT, 2000- . Disponível no Sítio Web e na Sala de Referência da Torre do Tombo. Em actualização permanente.


Inventário dos cartórios recolhidos da Biblioteca Nacional, em 1912 (L 283) f. 178, 179.

Unidade de descrição relacionadas

Portugal, Biblioteca Pública de Évora.


Portugal, Torre do Tombo, Manuscritos da Livraria, n.º 729.


Portugal, Torre do Tombo, Ministério das Finanças, cx. 1910 e 1911.

 

Notas de publicação

"Ordens religiosas em Portugal: das origens a Trento: guia histórico". Dir. Bernardo de Vasconcelos e Sousa. Lisboa: Livros Horizonte, 2005. ISBN 972-24-1433-X. p. 165

 

Fonte: http://digitarq.dgarq.gov.pt/details?id=1437379

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que doença!

por vianadoalentejoja, em 20.10.13

 

A paranoia continua.

 

Ganharam, agora trabalhem porra!

 

Estão com problemas?

 

Que chatice!

 

Este é um espaço de opinião, não é dos partidos.

 

Quero lá saber dos partidos!

 

Em Viana do Alentejo é uma desgraça.

 

Só espero que daqui a 4 anos surja um verdadeiro grupo de independentes que acabe com esta pasmaceira.

 

Que as pessoas se sintam realmente legitimadas e não enganadas!

 

Enganos que só se sabem depois das eleições.

 

Kiss

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escusam de mandar nomes…

por vianadoalentejoja, em 18.10.13

 

Escusam de mandar nomes…

 

Não aceitamos comentários contemplando nomes de pessoas.

 

Quem quiser lançar confusão arranje os seus próprios espaços.

 

Aqui não!

 

Se entrássemos por aí era bonito! Muitas histórias haveria para contar desta campanha!

 

E há quem o ande a fazer na rua. Belas amizades!

 

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alguns blogs locais

por vianadoalentejoja, em 17.10.13

A maioria dos blogs locais adormece a seguir às eleições autárquicas.

 

É claro! Deixámos de ter blogs “independentes”.

 

Deixámos de ter blogs que falam da vida e dos problemas das suas populações.

 

Todos eles, de uma forma ou de outra, acabaram por ficar ligados ao poder.

 

Quase todos ligados à facção dominante. Acordam para a propaganda autárquica.

 

O Alcáçovas (o mais velhinho), mais plural, lá vai, uma vez ou outra, falando do concelho. Tirando o AC, que faz crítica ou apresenta propostas generalistas, ninguém mais se interessa pelas questões locais. Mesmo as políticas.

 

O Cidade de Agar lá se rendeu ao situacionismo local.

 

O Barbearia Ideal máquina de ataque em todos os blogs e rede social que mexe. Não tem outros objectivos. A não ser estar vigilante e atacar a favor do poder local. É claro! Também beneficia dele.

 

O Polvorosa conseguiu os seus objectivos. Lá vai lançando algumas coisas da máquina local.

 

O Ante-Câmara acorda de vez em quando, mas só para lembrar que também é situacionista. Gosta muito de fotografia.

 

O Blog do Estêvão, vai e desaparece, mas nada de novo. Finge de morto!

 

O Peixe-Banana desentusiasmou-se com a realidade. Chegou a uma ilha deserta e disse que era do contra. Mantém-se na ilha. Lá, lança a bandeira do situacionismo.

 

Temos o Melhor Alentejo do Mundo que entrou num campeonato muito interessante. Mas não toca nos temas críticos locais. É uma opção respeitável.

 

Mortos e desaparecidos em combate: Viana e Tal; Tal Viana; Viana XXI; Como as Marés; Conversas Trocadas, Blog do Hernâni; e Parte no Caixote. Destilaram o que tinha a destilar e desapareceram.

 

Nota: Só uma curiosidade. Mandámos para todos os blogs (com endereços visíveis) a informação da existência deste novo Blog. Porque não deram conheciemnto nos seus blogs?

 

Porque será?

 

Viana do Alentejo JÁ

 

Fonte desta imagem: http://peixebanana1.wordpress.com/2009/08/31/surto-de-blogues/

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estradas Romanas no concelho de Viana do Alentejo

por vianadoalentejoja, em 16.10.13

 

Senhores autarcas, o que têm feito sobre a estrada romana que ligava Ebora (Évora) a Pax Julia (Beja)?

 

E a que liga (Évora) a Imperatoria Salacia (Alcácer do Sal)?

 

Quais os levantamentos efectuados? Que publicitação? Que conhecimento?

 

Vá lá, temos aí um jovem da área que está mortinho para trabalhar no tema.

 

Esqueçam lá as perseguições eleitorais (Aqui não existem). As eleições já foram e ganharam-nas com grande margem. Está na hora de trabalhar. Sejam criativos.

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dizem noutros blogs

por vianadoalentejoja, em 16.10.13

A Senhora de Aires, de ao pé de Viana

 

 

Igreja do santuário de Nossa Senhora de Aires (Foto: Gastão de Brito e Silva)


A cerca de 5 km de Viana do Alentejo situa-se um dos mais importantes santuários do sul do país: o santuário de Nossa Senhora de Aires. Todos os anos tem lugar uma romaria a este santuário, que costuma realizar-se no quarto domingo de setembro. O santuário encontra-se num local situado junto à antiga estrada romana que ligava Ebora (Évora) a Pax Julia (Beja). Por este motivo, têm-se encontrado numerosos vestígios romanos nas suas imediações.

A imponente igreja do santuário, em estilo barroco, foi construída no séc. XVIII, em substituição de um outro templo do séc. XVI, que foi demolido. O autor do projeto foi o padre João Baptista, sendo o portal, em estilo rococó, da autoria de Manuel Antunes, de Estremoz. A construção esteve a cargo de Manuel Gomes.

Na página http://www.pontosdevista.net/expoi.php?id=108 pode ler-se o seguinte, a respeito das lendas que o povo conta sobre o santuário:

(…)
Existem duas lendas contadas pelo povo. Uma que relata que naquela herdade, chamada dos Vaqueiros, morava um lavrador rico, supõe-se que Martim Vaqueiro, que possuía uma manada de bois. Na herdade existia um curral onde todas as noites os bois eram recolhidos. A certa altura os empregados do lavrador repararam que durante a noite os bois saiam do curral para irem pastar, mas que no outro dia de manhã estavam todos lá dentro, com a porta fechada. Foram então contar o mistério ao patrão que se dispôs a ir dormir uma noite à porta do curral. Nessa noite apareceu-lhe em sonhos Nª Senhora, que lhe disse que era Ela que abria a porta aos bois e que era de Sua vontade que fizessem naquele local uma casa de Deus e que para isso Ela própria o ajudaria. O lavrador tratou logo de juntar os materiais necessários para dar início à igreja e como era preciso muito dinheiro vendeu alguns dos seus bois. Porém, quando os voltou a contar, após a venda, tinha na manada a mesma conta, tendo sido um milagre de Nª Senhora.

O aparecimento da imagem da Senhora d'Aires também tem uma lenda, e encontra-se expressa numa inscrição na portada do Santuário. É um verso em latim, que relata que após a expulsão dos mouros destas terras, um lavrador arava o campo quando encontrou dentro de um pote de barro a imagem que se vê no altar. Sobre esta lenda, diz-se que a imagem foi descoberta por Martim Vaqueiro quando este lavrava o campo.
(…)


Nesta outra página, do Município de Viana do Alentejo, pode ler-se uma descrição bastante pormenorizada do santuário: http://www.cm-vianadoalentejo.pt/pt/conteudos/o%20concelho/historia/santuario%20n%20s%20aires.htm.

 

As paredes da Casa dos Milagres do santuário encontram-se cobertas de incontáveis fotografias e ex-votos, que o povo ali tem vindo a colocar ao longo dos tempos, como forma de agradecimento a Nossa Senhora de Aires pelas graças e milagres concedidos (Foto: Aninhas; gosto de gostar e não gosto de não gostar)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Em Viana do Alentejo não se passa nada

por vianadoalentejoja, em 15.10.13

 

Entramos no site da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, procuramos os eventos, descobrimos que não se passa nada.

 

Só existe o que há muito é feito: Cinema, mais cinema, mais cinema; daqui a pouco vamos ter a Mostra da Doçaria; Festejos do 13 de Janeiro; Mais à frente o 25 de Abril, Semana Cultural em Alcáçovas, Festa da primavera em Aguiar, Feira do Chocalho; Nossa Senhora D´Aires, Semana Cultural de Viana; Festa do idoso……

 

Mudam-se os cenários e continua tudo na mesma.

 

Que falta de criatividade!

 

Sempre pensámos que com a mudança do elenco tivéssemos mais e melhor cultura. Nada, a não ser uns pequenos fogachos para disfarçar o ramalhete.

 

Enfim! Como se diz cá na terra, Poucochinho

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

12 Repartiçoes de Finanças fecham no Distrito - A de Viana do Alentejo está lá

por vianadoalentejoja, em 14.10.13

 

Não sei porquê, mas cheira-nos a muita especulação. Ninguém explica a coisa. Ou não é nada do que dizem, ou então, é bem pior. Estamos cá, atentos ao assunto… O DN avançou hoje com um mapa onde mostra que 154 repartições de finanças podem fechar. A notícia do jornal foi construída com base em informações prestadas pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos que preparou um mapa a nível nacional depois da publicação, a 6 de setembro último, do Mapa de Pessoal dos Serviços de Finanças e a indicação do número de postos de trabalho que cada um necessita. Recorde-se que o memorando assinado com a Troika previa a redução de 20% dos serviços em 2012 e novamente 20% em 2013, num total de 40%. Marques Mendes no seu comentário na TV avançou que o Governo se estava a preparar para encerrar metade das repartições de finanças e que só não tinha já avançado devido às eleições autárquicas. No Alentejo os três distritos podem perder até 85.71% das repartições no caso de Beja, 78.57% de Évora e 73.33% de Portalegre. No distrito de Portalegre ficariam apenas as Finanças de Elvas, Portalegre e Ponte Sôr, sendo fechadas as repartições de Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelo de Vide, Crato, Fronteira, Gavião, Marvão, Monforte, Nisa e Sousel e no distrito de Évora, manter-se-ão Montemor-o-Novo, Évora e Estremoz, estando previsto o encerramento de Alandroal, Arraiolos, Borba, Mora, Mourão, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vila Viçosa, Vendas Novas e Viana do Alentejo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem semeia ventos colhe tempestades.

por vianadoalentejoja, em 12.10.13

Existem outros ditados: Amor com amor se paga

As vozes do povo são terríveis

Viana do Alentejo está assente sob uma falha sísmica. Existem riscos de terramotos.

Mais tarde ou mais cedo acabam por acontecer.

Mas como o futuro a Deus pertence…

Viana do Alentejo Já

Autoria e outros dados (tags, etc)

É preciso ter lata!

por vianadoalentejoja, em 11.10.13

 

 

Pedro Silva Pereira, ex-ministro da Presidência do Governo de Sócrates, diz que Demissão de Rui Machete já devia ser «caso arrumado». O socialista não gosta que sejam violadas a ética e a separação de poderes.

 

Despacho do Viana do Alentejo JÁ: Nenhum dos 2 faz falta

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

FAZ SENTIDO!

por vianadoalentejoja, em 11.10.13

Notícia do dia: Ansiedade e Depressões "Portugal é o país da União Europeia com mais casos de doenças mentais. Um em cada quatro português sofre problemas do foro psíquico".

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cante Alentejano como Património de Interesse Municipal

por vianadoalentejoja, em 10.10.13

 

A Assembleia Municipal de Viana do Alentejo aprovou a proposta da câmara municipal para a classificação do Cante Alentejano como Património de Interesse Municipal.

O Município entende que deve reconhecer a importância do cante alentejano, classificando-o a nível municipal, numa altura em que se regista uma forte mobilização, na expetativa que venha a ser classificado como património cultural imaterial da humanidade, pela UNESCO.

No concelho de Viana do Alentejo existem em atividade seis grupos corais, três femininos e três masculinos, que tudo têm feito para valorizar e divulgar o cante alentejano um pouco por todo o país (e alguns no estrangeiro), dando igualmente a conhecer as suas terras e costumes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Agora Sim!

por vianadoalentejoja, em 09.10.13

Este ano já limparam o lixo dos cartazes de campanha!

O Bloco de Esquerda mantém uns (todos rasgados) que não se sabe para que servem.

Já duram há muito tempo!

Despacho: Aconselha-se a câmara municipal a retirar aquela lixarada das ruas.

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viana do Alentejo não sai da cepa torta.

por vianadoalentejoja, em 07.10.13

 

Viana do Alentejo tem vindo a perder muitas das suas referências.

 

Esta é uma localidade com grande iniciativa empresarial. No entanto, nos últimos anos tem vindo a fraquejar aos poucos.

 

Em termos institucionais em que é que se tem apostado? Turismo?

 

Será que Viana tem grande perfil turístico? Será essa é a sua vocação?

 

E a sua “cultura” industrial? É fundamental ser estimulada e dinamizada.

 

Não chega a existência de um GADE da Câmara Municipal para dar meia dúzia de informações. Torna-se fundamental estabelecer contactos e ligações a vários níveis. É fundamental atrair investimentos e investidores. Mas não há ninguém que o faça.

 

Não fazer isso, significa que não vamos sair da “cepa torta”.

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estêvão Pereira respira melhor.

por vianadoalentejoja, em 05.10.13

Alguém que se apagou ao longo dos últimos anos, surge agora como potencial salvador comunista para as eleições de 2017. Basta ler os seus últimos posts (moderado e agregador).

Isso é que é trabalhar com antecedência.

Nestas eleições não quis ir a jogo (tal como fez Manuel João Condenado da CDU – que recuperou a câmara em Vila Viçosa). Será que aguarda convite para a Vidigueira? Ou quer recuperar Viana do Alentejo?

Em política não há “funerais” nem "mortes" anunciados

A ver vamos.

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Superficialidades

por vianadoalentejoja, em 04.10.13

Na campanha vimos alguns edifícios muito danificados, entretanto pintados por fora. Digamos que levaram uma lavagem de cara para votante ver.

 

E agora, será que vão ser recuperados? Serão disponibilizados às populações tal como apresentado em campanha?

 

Temos dúvidas!

 

A ver vamos

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Poetas e Poesia Popular no Concelho de Viana do Alentejo

por vianadoalentejoja, em 04.10.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Relatório da ERSAR confirma excelência

por vianadoalentejoja, em 04.10.13

Qualidade da água da torneira mantém-se nos 98 por cento

 

A qualidade da água da torneira ultrapassou os 98 por cento em 2012 mantendo a tendência que já se verificava nos últimos cinco anos. Os dados do Controlo da Qualidade da Água para Consumo Humano constam do Relatório Anual dos Serviços de Águas e Resíduos em Portugal, que foi divulgado a 1 de Outubro, Dia Nacional da Água, pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR).

 

Entre 2007 e 2011 cerca de 98 por cento das análises efectuadas à água já cumpria os valores paramétricos estabelecidos para garantir uma elevada qualidade, que coloca Portugal ao nível dos países mais desenvolvidos da Europa Ocidental neste campo.

 

Vinte e oito concelhos alcançaram mesmo os 100 por cento para o indicador de água segura em 2012. Destes municípios exemplares, 11 são da zona centro (Alcobaça, Alvaiázare, Bombarral, Entroncamento, Estarreja, Golegã, Murtosa, Ourém, Pedrogão Grande, Peniche, Sobral de Monte Agraço), sete são do Alentejo (Alter do Chão, Alvito, Borba, Castelo de Vide, Serpa, Vendas Novas, Viana do Alentejo) e seis são do Norte (Esposende, Paços de Ferreira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia). Há ainda dois concelhos do Algarve com o resultado máximo (Aljezur e Lagos) e dois na região de Lisboa e Vale do Tejo (Cascais e Mafra).

 

Em contrapartida oito concelhos do Norte e Alentejo (menos sete que no ano anterior) registaram valores inferiores a 95 por cento. A vermelho no mapa surgem Reguengos de Monsaraz, Sever do Vouga, Trancoso, Chaves, Peso da Régua, São João da Pesqueira, Vale de Cambra, Valpaços e Arganil.

 

A percentagem de cumprimento dos valores paramétricos na torneira do consumidor tem vindo a subir (98,35 por cento em 2012, 98,07 em 2011 e 97,91 em 2010), traduzindo-se no último ano num incremento do valor da água segura de quase 0,5 pontos percentuais (97,75 em 2011 e 98,20 em 2012).

 

Os parâmetros em incumprimento (1,35 por cento) detectados nas análises de controlo de qualidade são relativos “a bactérias coliformes e enterococos, por ineficiência da desinfecção, e a pH, ferro, manganês, alumínio e arsénio, devido às características hidrogeológicas das origens de água”, identifica o relatório. Nestas situações as entidades gestoras, em articulação com as autoridades de saúde e a ERSAR, tomaram as medidas adequadas para garantir a protecção da saúde humana. A entidade reguladora possui um sistema de comunicação e acompanhamento dos incumprimentos dos valores paramétricos que permite um alerta quase imediato da ocorrência com conhecimento em 24 horas, além de facilitar um apoio técnico na resolução da situação.

 

Por outro lado, a percentagem de análises impostas por lei está muito próximo dos 100 por cento (99,85 por cento em 2012). Em 248 concelhos esse valor atinge os 100 por cento. Desde 2008 que esse valor se situa acima dos 99 por cento.

 

O desempenho das entidades gestoras em “baixa” que prestam um serviço directo ao consumidor, quer em termos de cumprimento da frequência das análises, quer em termos de cumprimento dos valores paramétricos, continua a reflectir as assimetrias regionais do desenvolvimento em Portugal. “Continua a ser no interior, com maiores carências de recursos humanos, técnicos e financeiros, que se concentram os incumprimentos ocorridos, essencialmente nas pequenas zonas de abastecimento, que servem menos de 5000 habitantes”, conclui o relatório.

 

As 15 entidades gestoras em “alta”, que vendem a água a municípios, sejam multimunicipais e intermunicipais, continuam a revelar globalmente melhorias na qualidade da água fornecida. O relatório confirma que a percentagem de água segura, indicador de água controlada e de boa qualidade, tem vindo a crescer de forma contínua ao longo das últimas duas décadas. “Se em 1993 apenas cerca de 50 por cento da água era controlada e revelava boa qualidade, em 2012 este indicador atingiu o valor de 98,20 por cento”, lê-se no documento. O relatório, bem como informação mais detalhada por município e por zona de abastecimento, estão disponíveis na internet (www.ersar.pt).

Autoria e outros dados (tags, etc)

FESTA DA SENHORA D’AIRES NOS PRÉMIOS MAIS ALENTEJO 2013

por vianadoalentejoja, em 04.10.13

 

A Festa de Nossa Senhora D’Aires, em Viana do Alentejo, está nomeada para a categoria “Mais Tradição” dos Prémios Mais Alentejo 2013.

A entrega dos prémios vai ter lugar durante a XII Gala que decorre a 1 de novembro, no Teatro Garcia de Resende, em Évora, pelas 21 horas.

Os Prémios Mais Alentejo visam premiar um conjunto de personalidades e instituições, nomeadamente nos setores da cultura, comunicação, desporto, lazer, turismo, empresas e sociedade em geral. Recorde-se que em2011, aRomaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo foi distinguida com o Prémio Mais Alentejo, na mesma categoria.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viana do Alentejo: Semana Sénior a partir de segunda-feira

por vianadoalentejoja, em 04.10.13

A Câmara de Viana do Alentejo, tal como em anos anteriores, vai promover a Semana Sénior, a partir de segunda-feira e até dia 13, homenageando os residentes mais velhos do concelho.

No âmbito desta iniciativa, a autarquia preparou um conjunto de atividades culturais, de lazer e desportivas, com o apoio das juntas de freguesia e associações locais, que têm como público-alvo a população sénior.

Ações de sensibilização para a prevenção de riscos, convívio, noite de fados, bailes, um passeio no Badoca Safari Park, no litoral alentejano, e um piquenique são algumas das propostas

Autoria e outros dados (tags, etc)

Propaganda Pós Eleições

por vianadoalentejoja, em 04.10.13

Costuma ser habitual os partidos demorarem muito tempo a retirar a propaganda eleitoral, depois de acabado o respetivo ato eleitoral.

 

Em Viana do Alentejo costuma ser hábito os outdoors e os cartazes plásticos persistirem durante um período bastante significativa nas ruas e nos postes de iluminação, respetivamente.

 

Chegamos a ter propaganda que dura mais de um mês nos locais onde foi colocada. Nem os partidos as tiram, nem a câmara municipal. Espero que este ano não seja assim.

 

Honra seja feita, o partido menos votado já retirou a sua propaganda.

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pós eleições autárquicas em Viana do Alentejo

por vianadoalentejoja, em 02.10.13

 

Umas eleições autárquicas ganhas pelo PS de Bengalinha Pinto tal como se esperava.

Mais por falta de comparência dos adversários do que uma grande candidatura. Campanha à grande, com muitos gastos (em tempo de crise) mas de pouca utilidade.

 

Discussão política, zero.

 

Debate de ideias, zero.

 

Que treta de democracia local. Candidatos que fogem à discussão e ao debate, ninguém pode compreender.

 

E a população? Amorfa, alinha nisto tudo.

 

Parabéns aos vencedores nesta tristeza política.

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)

Por esses campos fora...

por vianadoalentejoja, em 01.10.13

 

Por esses campos fora...

 

Avançar, para evitar riscos do marasmo.

O concelho de Viana do Alentejo tem muito para dar, esperemos que avance. Vamos vendo...

 

Viana do Alentejo JÁ

Autoria e outros dados (tags, etc)


Atentos ao Futuro


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



Arquivo