Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Comentário ao post anterior

por vianadoalentejoja, em 16.07.14

Muito bem reparado pelo leitor.

Efectivamente é uma vergonha de quem o escreveu. Estávamos a ver que ninguém reparava.

Mais uma vez, parabéns ao leitor atento

 

Comentário ao post anterior

 

Escrito por um tal Viajante em Outubro de 2012, este post só pode ter sido escrito por alguém que nunca por cá passou.

«…A sua famosa olaria deu azo a vários cursos ao dispor de qualquer visitante, o que resultou numa forte procura dos mesmos. Existe inclusive um percurso das olarias…» É mesmo? Ainda não tinha dado por isso.

«…Foi aqui que também nasceu o “Museu do Chocalho”…» E eu a pensar que era em Alcáçovas e que nem era um museu, mas sim uma oficina particular a que o proprietário, de vez em quando, gentilmente faculta umas visitas.

«…bastantes chafarizes na vila, destacando-se um ar majestoso, todo ele feito de mármore, que se localiza no largo da câmara municipal…» Há quantos anos é que a Câmara saiu dali? 45, 50 anos?

«…um castelo de origens árabes com duas curiosas torres cilíndricas…» Origens árabes? Nunca tinha ouvido falar disso. Duas torres cilíndricas? E as outras três, são quadradas?

«…oa Igreja Matriz de Nossa Senhora da Saúde de Aires…» Saúde também para o autor desta pérola.

«…A nível gastronómico destaca-se o afamado presunto…» Isso não é mais ali para os lados de Barrancos?

No dicionário, ser manso significa de natureza serena ou amena, também pode querer dizer que é moroso a falar e a atuar. Fora do dicionário, em alentejanês, chamar manso a um tipo é o mesmo que chamar-lhe cornudo. Será que nos estão a chamar
cabrões?

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

De Anónimo a 17.07.2014 às 14:24

este comentário não tem nada a ver com o post, mas prevendo a gravidade da situação gostaria de saber o que se passa. disseram-me que a obra do palácio do Henriques já não é para ser feita porque o vereador enleou de tal forma o processo que o mesmo está em tribunal.

De Anónimo a 21.07.2014 às 21:36

acho que não é nada disso, a mim disseram-me que houve um concorrente a fazer a obra que reclamou. nada de anormal, eu se também tivesse concorrido, não me tivessem atribuido a obra e não concordasse com a decisão também reclamava. é a lei e está previsto em qualquer concuso público que uma qualquer entidade estatal realize. os defensores do quanto pior melhor podem abanar o alguidar à vontade mas isto não é nenhuma tempestade.

Comentar post



Atentos ao Futuro


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031



Arquivo